16 de agosto de 2013

O Livro de Ouro das Ciências Ocultas (Friedrich W. Doucet) - Resenha


Sinopse
O livro de ouro das ciências ocultas' apresenta um tratado sobre magia, alquimia e ocultismo. A obra procura abordar diversas questões ligadas à existência do homem e seu destino na Terra, e conta com formulações de sábios, místicos e filósofos na tentativa de respondê-las.

Não é tão simples escrever livros introdutórios, sobretudo quando o autor parece não compreender o assunto que lhe serve de temática. O Livro de Ouro das Ciências Ocultas sofre justamente desse mal. 

A obra de Friedrich Doucet opta por ser uma metralhadora de "fatos" que comprovariam a existência da magia ao longo da história, infelizmente acaba por descartar no processo o compromissos em justificar razoavelmente suas pretensões. O resultado é uma descrição superficial de supostos acontecimentos que o leitor atento não tem porque comprar. 

O autor nem parece querer se esforçar em criar bons argumentos, na verdade a sua escrita é repleta de afirmações com pretenso grau de certeza incontestável que não resistem a pesquisas de poucos minutos na internet. Quando cita teórico descarta os que não lhe interessam apenas opinando negativamente sobre eles, assim surge uma incrível sequência de considerações gratuitas e simplistas sobre pensadores que cometeram o pecado de não concordar com o que está sendo afirmado no livro.

De forma contraditória, a obra acaba funcionando como ferramenta para desacreditar aquilo que tenta defender já que levianamente faz várias afirmações superficiais muito difíceis de acreditar.

O Livro de Ouro das Ciências Ocultas é assim um título dispensável que presta grande desserviço àqueles que desejam ver sua crença abordada com seriedade. 


(1 de 5) Ruim


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)