25 de abril de 2013

Personagens e Popularidade: O Sucesso Vem da Identificação - Ler é Compreender

Tendo um site/blog sobre livros sempre estou me informando sobre aqueles que se destacam pelas boas vendas. Graças a essa "experiência" foi possível para mim notar algumas características similares que estão presentes em vários best-sellers. Entre todas elas, talvez a mais comum seja mesmo o foco nos personagens. 


Pense você mesmo que está lendo este texto e tente se lembrar de um livro de grande sucesso lançado há, no máximo, 30 anos. Certamente essa obra vai ter o seu grande chamariz em um ou mais protagonistas caso seja um título de ficção. 

Os exemplos disso são inúmeros: Harry Potter, Crepúsculo, Querido John, Cinquenta Tons de Cinza, As Crônicas de Gelo e Fogo... Até mesmo em algumas obras em que o personagem não seria o destaque como em O Código Da Vinci (onde a conspiração chama mais a atenção) temos um protagonista popular. 

Não sou um especialista e muito menos um psicólogo, entretanto acredito que não precisa nada além de lógica para concluir que o motivo é simples: identificação. Falo isso também por experiência própria, pois diversas vezes fiquei genuinamente preocupado com um personagem por me identificar com seus problemas, felicidades e conquistas. 

Por essa razão, muitos livros que não são lá aquela coisa toda em termos de qualidade estilística, conseguem ser um grande sucesso. Prefiro evitar exemplos para não criticar mais uma vez os malhados de sempre, mas vocês devem saber quais são. Vamos dizer, no máximo, que muitos livros do gênero Young Adult apostam todas as suas fichas justamente na identificação que as meninas/mulheres podem ter com os protagonistas. 

No final, o grande sucesso costuma vir acompanhado de livros que prendem o leitor e, para tanto, o elemento do personagem carismático é quase uma regra. 

Para nós leitores o que fica disso pode ser uma autoanálise: o que esse personagem é porque isso  me conquistou? Para os escritores que querem ter o seu livro entre os mais vendidos, fica a certeza de que na ficção o personagem vende a história antes de qualquer outra coisa. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)