17 de março de 2013

Recado - Coluna Insolência Quinzenal


Preferiria sem. Mas necessito de traduções. Principalmente de livros. É fato que nem aceitáveis elas costumam ser porém... Atitude sábia: reconhecer as próprias limitações. Já sei que não vou ler tudo que desejo. Portanto dou limites a minha capacidade de conhecimento: dos meus escolhidos um talvez é não exigir de mim um profundo conhecimento doutras línguas além da portuguesa.

Sim: ignorante sou. Contudo nunca por apologia tomem ao desconhecimento minhas palavras aqui ditas. Agora tudo conhecer: impossível! Consequentemente quem pretende buscar algum saber tem consciência de que tomará decisões. E decisões são escolhas. Entre ter uma com rejeições doutras. Ora!

Também quem precisa reconhecer as suas limitações são as pessoas que traduzem. Não culpem quem revisa! Más traduções são feitas a mão cheia principalmente por quem pouco sabe traduzir. Enfim... Estudem! Sei do desprestígio que sofrem... Entretanto vamos tentar fazer um bom trabalho com a profissão escolhida? Precisamos arcar com as consequências das decisões por nós tomadas.

Vou tentar aprender italiano por agora. Depois ler Dante. Quem sabe não conseguirei lê-lo na sua língua materna qualquer dia! Quem sabe!... Meus abraços!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)