5 de janeiro de 2013

Como Iniciar Uma Conversa e Fazer Amigos (Don Gabor) - Primeiras Impressões

Livros de autoajuda costumam sofrer com certas deficiências constantes, a principal delas certamente é a sua simplificação exagerada do ser humano que, porém, não impede os autores de prometer em excesso.

Como Iniciar Uma Conversa e Fazer Amigos segue com rigor a cartilha das autoajudas simplistas pelo que pudemos conferir no trecho inicial (leia também clicando aqui). A ideia de Don Gabor é usar dicas artificiais generalizadas que na prática variam do óbvio ao estranho.

O indivíduo que o livro quer formar acaba sendo invariavelmente uma pessoa de personalidade específica ou então alguém que finge ser. Curiosamente, a obra acaba  beirando a contradição logo no início mandando o leitor agir de uma forma, mas fazendo questão de ressaltar que deve ser algo espontâneo.

Vários outros problemas advindos do hábito de tratar o ser humano como uma espécie de autômato programável surgem, tornando o livro mais risível que útil. É sempre engraçador ver o autor citando pesquisas anônimas. 

Assim Como Iniciar Uma Conversa e Fazer Amigos pode ser lido a título de curiosidade, mas dificilmente vai ajudar alguém mais do que bom senso e sensibilidade.



Recomendo Para Quem:

- Quer rir um pouco conferindo como algumas pessoas gostam de artificializar relacionamentos.

Informações sobre a obra:

Editora: Sextante
Páginas: 228


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)