29 de junho de 2012

Literatura Infantil; O Desafio de Entender que é Também Para Adultos

Curiosamente, ainda são muitas as pessoas que estranham quando veem um adulto lendo livro infantil. Não foram poucas as vezes que percebi olhares um tanto estranhos quando eu estava fazendo isso em público, principalmente se estivesse de barba.

"Alice no País das Maravilhas"; quer livro mais adulto que esse?
O mesmo ocorre quando se lê gibis, normalmente compreendidos como leitura infantil por definição (ainda que sejam destinados aos adultos). 

O que as pessoas não costumam entender nestes casos é que literatura infantil (ao menos se for realmente boa) serve para qualquer um. O conceito de literatura adulta, esse sim restritivo, surge apenas porque existem conteúdos ali presentes não recomendáveis ou não compreensíveis (de forma geral) para os pequenos; e só.

Dizer que uma literatura é para crianças esclarece simplesmente o público alvo principal e a possibilidade da obra ser lida por todas as idades sem medo de expor algo inapropriado para menores. Infelizmente, apenas por pré-conceito ignorante, as pessoas costumam acreditar que um adulto ler livros infantis é sinônimo de imaturidade.

Porém, a melhor forma de demonstrar isso é através de exemplos, e neste campo lembro rapidamente de dois ótimos livros que são excelente leitura para qualquer idade; Alice no País das Maravilhas e O Pequeno Príncipe. Ambos são sutis e encantadores mas possuem uma profundidade que os pequenos não costumam captar, estando entre os maiores clássicos da literatura mundial; seja infantil ou adulta.

Claro que vocês já devem saber disso tudo, mas fica aqui o registro para mostrarem ao próximo bobo que diga: "ah, isso é para criança"; esta sim uma sentença indicativa de desconhecimento.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)