9 de janeiro de 2012

Livro Homenageia Centenário de Maria Bonita


Foi lançado em 2011 o livro Bonita Maria do Capitão que conta a história da "primeira-dama" do cangaço; além de trazer fotos, textos e representações de sua figura em diferentes mídias e gêneros artísticos como literatura, teatro, música, artes visuais, entre outros.

Maria Gomes de Oliveira, que nasceu no dia 08 de março de 1911, começou a se relacionar com o criminoso Lampião depois de um casamento frustrado onde não conseguiu gerar filhos. Conhecida pelo seu temperamento forte ela foi a primeira mulher a ser considerada "cangaceira", ocupação esta que a levou a morte aos 27 anos quando foi degolada viva - logo após seu esposo - pela polícia sergipana.

Mesmo com seu histórico de gestações difíceis e muitos abortos, Maria Bonita conseguiu ter uma filha: Expedita Ferreira Nunes, ainda viva, que por sua vez gerou Vera Ferreira; uma das autoras desta obra junto com a professora de designer gráfico Germana Gonçalves de Araújo.

Bonita Maria do Capitão tem previsão de lançamento em São Paulo para esta próxima terça-feira (10/01) na Livraria da Vila, muito embora já não seja mais seu centenário. A Obra é uma publicação da Universidade Federal da Bahia.

Mais sobre o Cangaço:

Livro que Mostra Lampião como Homossexual é Proibido pela Justiça

Com informações de IG e Em Sergipe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)