6 de janeiro de 2012

Joana d' Arc por Cecília Meireles


Em referência aos 600 anos de nascimento de Joana d' Arc nesta sexta-feira (06/01) segue abaixo um soneto da poetisa brasileira Cecília Meireles sobre a heroína de guerra da França e santa para os católicos.

texto de Espectros - Cecília Meireles (1919) publicado em passeiweb.com 

Firme na sela do ginete arfante,
Da coorte na vanguarda, ei-la às hostis
Trincheiras que galopa, delirante,
Fronte serena e coração feliz. 

Sob os anéis metálicos do guante,
Os dedos adivinham-se viris,
Que sustêm o estandarte palpitante,
Onde esplende a dourada flor-de-lis. 

Rica de sonhos, crença e mocidade,
A donzela de Orléans, no seu tresvário,
De mística, na indômita carreira

Sorri. Nenhum tremor a alma lhe invade!
E, entanto, o olhar audaz e visionário
Já tem clarões sinistros de fogueira!...

foto: estátua equestre parisiense de Joana d' Arc (heróis medievais - blogspot)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)