18 de dezembro de 2011

A Privataria Tucana: Veja Entrevista do Autor da Obra que Está Entre As Mais Vendidas


O livro A Privataria Tucana de Amaury Riberio Jr. foi lançado no último dia 9 trazendo críticas fortes ao partido PSDB e aos seus membros; especialmente o candidato derrotado à presidência José Serra e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Com isso ganhou grande destaque a ponto de ter sua primeira impressão de 15 mil exemplares esgotada em apenas 2 dias.

A obra sugere que as privatizações (venda de empresas estatais ao capital privado) promovidas durante o mandato dos tucanos esconderam esquemas ilícitos de beneficiamento de parentes e pessoas próximas aos políticos do partido, sobretudo aqueles acima citados.

O próprio subtítulo do livro dá conta da polêmica que ele gera, dirigindo denúncias até para o PT que faz oposição ao principal acusado:

“Os documentos secretos e a verdade sobre o maior assalto ao patrimônio público brasileiro. A fantástica viagem das fortunas tucanas até o paraíso fiscal das Ilhas Virgens Britânicas. E a história de como o PT sabotou o PT na campanha de Dilma Rousseff”

Com tamanho sucesso e apelo temático à altura, o livro se tornou figura fácil em jornais e revistas, chegando a gerar diversos debates que se estenderam até alcançar as discussões do poder legislativo federal que cogita criar uma CPI para investigar as acusações presentes nesses supostos documentos secretos que o autor menciona como fontes fiáveis.

Os políticos do PSDB, evidentemente, negaram as acusações. José Serra, por exemplo, descreveu o livro-denúncia como "lixo".

Verdadeiro ou não, porém, o título tem gerado interesse por parte dos leitores que o colocaram no sexto lugar desta semana em sua categoria na lista de mas vendidos organizada pela revista Veja. 

A Privataria Tucana é uma publicação da pequena Geração Editorial que vem com 344 páginas e preço sugerido de 35 reais (R$ 34,90).

Veja abaixo entrevista que o autor Amaury Ribeiro Jr. concedeu ao jornalista Paulo Henrique Amorim no canal Record News.



Informações: Terra, Carta Capital e Jornal do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)