21 de setembro de 2011

Insolência Quinzenal (Coluna) - "sinais de vida"



por uns arremedos em prosa, quiçá também com poesia, de literatice tento vos contentar? efetivamente não sei. consequentemente desejo receber elogios ou não. indiferença? não há! pelo menos me livro de vós logo depois de quaisquer interações que possamos ter. sustentei minha vadiagem quanto pude mas... eu dou mais uma vez sinais de vida. pois bem: eis eu, nas vésperas desta mensagem ser por completo terminada no meio de tantas outras ainda não publicadas, a pensar, castigando papéis com letras manuscritas por mim aos olhos da maioria de quem me lê não legíveis apesar de lindas, na razão de colocar possibilidades impraticáveis (ou pode ser impossibilidades praticáveis igualmente) nos textos. só neles? não: na vida também. enfim estou novamente por aqui com ideais ainda. saudações!

4 comentários:

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)