24 de julho de 2011

Insolência Quinzenal (Coluna) - "Letra de Música (Tributo)"



Vamos incluir a Música no largo das discussões literárias hoje. Como? Por um tributo.

Já nos informaram: entre nós Winehouse não mais está. Prevíamos: a sua vida desregrada foi causa de morte.

Desregrada? Que palavra!

Quais são as regras então? E me pergunto bem assim ao ver a nossa condição. Condição humana... Lá nós sabemos de regras!

Nem ao menos de bom senso conhecemos.

Fato: quaisquer de nós constantemente recebemos convites para reabilitações... Muitos convites...

Enquanto se diz várias idiotices acerca da conduta da falecida consideremos o que nos importa. Pois além da cantora temos uma compositora.

Tínhamos? Não: temos. Estou certo.

Com a letra de Música precisamos ter atenção especial: não podemos avaliar que nem poesia comum. Sem a Música perde vida! Talvez a composição musical lida não vem a ser em si grande coisa por boa parte das vezes. Entretanto nós agimos imprudentes no mínimo se julgamos assim e só.

Porém há também o contraponto do texto. Tiremos das canções suas letras e minoraremos sua beleza. Bom esclarecer: não sendo belas não são canções. Música de verdade feia pode ser?

Winehouse nos deixa cientes do grande valor da letra na Música. Que canta sua vida com maestria: curta mas intensa. Simples que ganha força no som bacana. Portanto legal. Calão? Ora: com classe! Pode? Pode. Basta tirar a prova com “Back to Black”. 

Baita compositora? Baita musicista!

Da voz nada digo pois ouvir é melhor que mil palavras. E tal crítica não é restritamente de Música.

Só para quem talento tem (Winehouse faz isto): registrar os sentimentos humanos.

Últimas palavras. Paz. E com as Musas possa tomar... Néctar!




4 comentários:

  1. Ficou lindo Serginho, adorei o Néctar...:)

    ResponderExcluir
  2. Realmente, o som da Amy Winehouse é bom envolvente, eu gosto de jazz fiquei imapactada a primeira vez que ouví,mas discordo em relação as letras, não considero boas, são corajosas... mas eu não conheço todas, me refiro a citada Back to Black e Reheab, mas a melodia...nossa!! Ela cantando então... maravilhosa!!

    ResponderExcluir
  3. a letra acima que eu citei é Rehab, aquele "e" ali é acidente de digitação kkkk

    ResponderExcluir
  4. Agradeço Sansinha pelo comentário.

    Bem Adla: quando citei "Back to Black" fiz ao disco minha referência. Mas pelo texto realmente não dá para saber. Agora mais atenção as palavras usadas por mim à letra do som "Winehouse": legal de grande valor. E para complementar o bom entendimento ler o nono mais o décimo parágrafos novamente. Fico feliz que tenhas gostado da cantora pois última vez que conversamos sobre tinhas uma visão completamente diferente. No mais também agradeço pelo comentário.

    ResponderExcluir

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)