5 de julho de 2011

Calaboca Galvão (Pablo Peixoto) - Crítica / Resenha


Escrever um livro não é tarefa fácil, exige tempo, dedicação e vários outros fatores que eu provavelmente levaria a eternidade enumerando. Pablo Peixoto, porém, não precisou passar por todo esse processo complexo e exigente já que "Calaboca Galvão" é uma coletânea onde ele, "o autor", foi apenas um  pesquisador e comentarista.

O livro é bonito, tem capa dura e páginas com papel de qualidade, daqueles que dificilmente se vê por aí. Isso é muito importante para a obra pois o conteúdo dificilmente conseguiria convencer alguém a gastar os mais de 30 reais que o livreto custa caso seu aspecto não fosse tão bom quanto é. Aliás a qualidade material é sem dúvida o grande destaque.

O conteúdo do livro é formado pelas frases de Galvão divididas por assuntos, um tanto aleatórios pois se misturam por muitas vezes, com frases seguidas de um breve comentário que se pretende bem-humorado e crítico. o problema é que muitas das citações, que supostamente revelariam absurdos proferidos pelo famoso narrador da rede Globo, não são engraçadas ou estranhas, há uma certa preocupação em forçar algumas situações colocando estas frases fora de contexto, e sem ele qualquer um pode ser mal interpretado.

Já quanto aos comentários eles também não adicionam muito a obra, Pablo Peixoto fala coisas que servem mais como explicação das frases do que como humor propriamente dito, que parece ser sua intenção mal-sucedida.

Claro que existem trechos realmente engraçados onde  Galvão Bueno realmente fala algumas das bobagens que o eternizaram como a famosa "reta curva", porém não são tantos e, como eu já mencionei anteriormente, não compensam o valor alto da curta obra.

"Calaboca Galvão" é daqueles livros para quem não gosta de ler, cheio de frases em letras grandes e desenhos que preenchem a publicação que já possui  formato reduzido. Para quem realmente está preocupado em ler e não em ter em casa um compêndio de frases extraídas da internet essa a obra com toda certeza é uma opção ruim, até porque meia hora é mais que o suficiente para ler o livro inteiro.

Todavia se eu praticamente só salientei críticas negativas tenho que admitir que "Calaboca Galvão" foi um livro que eu adorei manusear, a capa dura e as páginas internas são muito atraentes em suas paginas feitas com bom material. Pena que a pessoa pode se demorar muito mais em simplesmente folhear o livro do que propriamente em lê-lo.


Leia a sinopse de Calaboca Galvão


[1 de 5] Ruim





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)