13 de julho de 2011

As Melhores (ou Menos Piores) Capas Nacionais de Harry Potter - Especial Relíquias da Morte Parte 2


Até os leitores mais clássicos podem discordar mas é impossível negar o fascínio exercido pela capa de um livro, afinal ele é o primeiro contato que teremos com uma obra e que se manterá toda vez que formos fechá-la, abri-la ou simplesmente manuseá-la e dar aquela cheirada ao melhor estilo "vício de entorpecentes".

No caso de Harry Potter, que está ganhando várias reportagens especiais aqui no Leia Literatura graças ao filme, a capa nem é assim o ponto forte. Aliás que me perdoe a ilustradora (que agora me foge o nome) mas os desenhos são bem aquém de algo realmente bom, ao menos na minha opinião humilde. 

Pelo mundo, porém, as coisas não são tão melhores assim, na Europa por exemplo tem cada uma que chega a parecer que meu primo de 3 anos concebeu (ok, exagerei bastante). Dê só uma olhada em algumas do próprio Reino Unido, país da autora:



Mas o assunto é o aspecto das capas do nosso Brasil então vou fazer uma lista aqui delas em ordem crescente da menos a mais bonita, ou talvez fosse mais apropriado dizer da mais a menos feia o que tornaria decrescente, enfim, vamos a lista:


7° Lugar: Harry Potter e O Prisioneiro de Azkaban


Muitos leitores, incluindo alguns atores do filme, consideram este livro o melhor da série. Pode ser mesmo, o encontro com o padrinho Sirius Black por exemplo é um momento inesquecível mas a capa é muito fraca; desde as roupas como a inexplicável camisa com listras roxas e verdes à fisionomia de Harry e Hermione, que mais parece uma Gina feia, essa é uma das piores. Detalhe para a mão da companheira de montaria de Harry que na verdade é a de baixo embora pareça ser a de cima, erro primário.

6° Harry Potter e A Câmara Secreta


Não sei o que a ilustradora tem na cabeça, primeiro é essa capa vermelha, onde ela tirou que Harry usa uma capa ao estilo super-homem, pior que na anterior e na próxima isso se repete. O resto da roupa também não fica atrás, tênis, calça jeans e uma camiseta verde opaco esquisita. Não sei em que brechó a desenhista acha que o Potter se veste e nem vou comentar essa cara aí dele.


5° Harry Potter e A Pedra Filosofal


A partir do quarto livro a ilustradora parece começar a achar o caminho certo, esse, como o primeiro, traz todos os erros de concepção e ilustração meia-boca, mas pelo menos Harry está com roupas condizentes com o uniforme de sua casa, a Grifinória, claro que a capa e o tênis de péssimo gosto ainda estavam lá mas o nome entre as colunas e a captura do pomo deixaram um interessante efeito tridimensional.

4° Harry Potter e o Cálice de Fogo



Harry continua com uma cara estranha mas já está bem melhor ainda que a noção de profundidade não seja das melhores. Outra coisa que incomoda é essa cara de felicidade de Harry em um momento do livro onde ele realmente não está tão contente. Por fim cabe falar do rosto de Vitor Krum ali atrás de vermelho, abusando do direito de ser feio, mas pior que que esse aí é o do filme.

3° Harry Potter e O Enigma do Príncipe


Aí sim, temos uma capa realmente boa, Harry já tem um rosto bom, Dumbledore então está melhor ainda (superior ao do filme). As três últimas capas para mim estão no mesmo nível mas alguns detalhes como o modo de segurar na varinha, parecendo um porrete, e a não preocupação em desenhar o resto dos corpos deixam esta na terceira posição.

2° Harry Potter e As Relíquias da Morte


Em termos de reprodução da fisionomia de Harry essa para mim é a melhor, pode se ver como Harry realmente parece uma pessoa e uma pessoa condizente com a descrição presente no livro. Eu poderia até tê-la escolhido como a melhor mas ela é muito genérica e essa pose de Harry aí não consegui identificar onde, quando e porquê ele estaria fazendo isso, mas mesmo assim ficou muito legal.

1° Harry Potter e O Cálice de Fogo


Sei que muitos podem discordar da decisão mas esse Harry é muito a cara do descrito no livro e finalmente ele está serio (que mania de toda vez ele ficar com cara de bobo alegre), além do que marca uma cena importante do livro com competência, uma das poucas que dá para identificar muito bem. Não é perfeita é lógico, a mão mesmo está meio torta por exemplo, mas a capa tem um conjunto muito bom com destaque para o protagonista.


Sim, a ilustradora que no início era muito ruim mas que no final se redimiu é Mary Grandpe, olha ela aí embaixo:




10 comentários:

  1. Acho que a capa brasileira do enigma do príncipe bem legal. Quanto ao livro, em se tratando de Harry Potter, é difícil para mim dizer qual eu gostei mais. Todos são excelentes, com descrições excelentes. Mas a unica coisa que eu posso dizer que achei meio sem graça, foi a batalha final entre Voldermort e Harry, principalmente depois que aparecem os centauros, e no duelo final entre os dois onde parece que ele vence seu adversário facilmente, muito diferente de quando ele por exemplo lutou contra o Basilísco.

    ResponderExcluir
  2. Realmente concordo Anônimo é difícil dizer qual o melhor, já a luta final foi meio decepcionante para mim também.

    Obrigado pelo comentário.

    ResponderExcluir
  3. Quanto a cada d"as relíquias da morte", se pegarmos o livro e abri-lo por completo (capa + contra capa) podemos ver a mão de Voldemort como se este estivesse caindo. Por Harry estar olhando para cima e com a mão estendida, concluo que a sena seja a passagem do livro logo após a derrota de Voldemort, onde a Varinha das Varinhas voa da mão de Tom e Harry a pega!

    ResponderExcluir
  4. Interessante a interpretação Lucio, mas não achei muito parecido com o que você falou, agora pode ser que tenhas razão mesmo.

    Abraço.

    ResponderExcluir

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)