16 de maio de 2011

Os Livros mais vendidos da Semana [18/05/11] -Comentário



Nesta semana a única novidade entre os líderes foi o livro "Comer, Rezar, Amar" de Elizabeth Gilbert, que superou o "Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil" assumindo assim a primeira posição em sua categoria. 

Acesse a nossa postagem anterior sobre os mais vendidos clicando aqui.


"Água Para Elefantes" parece ter se firmado na primeira posição, em segundo lugar aparece "A Cabana" que por enquanto não parece com força suficiente para ultrapassar o best-seller de Sara Gruen, até porque depois de 136 semanas na lista é difícil não cair um pouco, principalmente competindo com um livro embalado por versão cinematográfica.

O filme, inclusive, permanece na quarta posição da bilheteria nacional, todavia caiu de sexto para oitavo nas salas estadunidenses.

Leia mais sobre o filme clicando aqui.

Leia a sinopse do livro clicando aqui.


Ágape é sério candidato para ultrapassar a marca de mais de 100 semanas no topo da lista de mais vendidos, o livro conta com várias qualidades favoráveis ao sucesso. Primeiro temos a temática religiosa católica, principal religião nacional, seguida da popularidade do autor e do preço baixo do livro que chega a custar 15 reais em diversas iniciativas promocionais.

Leia a sinopse do livro clicando aqui.


O livro "Comer, Rezar, Amar" já permaneceu por muitas semanas na liderança da lista, agora, mesmo não estando sob a influência do filme ou de outra tendência, a obra voltou a figurar na primeira colocação.

Na verdade estas modificações constantes na primeira colocação dos livros de não-ficção deve-se ao fato de este gênero de publicação não ter um livro recente com apelo suficiente para se manter na liderança, por essa razão algumas obras "fortes" estão se revezando há algumas semanas.

Leia a sinopse deste livro clicando aqui.

9 comentários:

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)