21 de maio de 2011

Anjos Caídos (Asa Schwarz) - Crítica / Resenha


Quem alguma vez não se iludiu com uma sinopse de fundo de livro? Anjos Caídos trata-se de um desses, onde a sinopse promete, mas não cumpre. A autora sueca Asa Shwartz conta a história de Nova Barakel, uma garota de dezenove anos, ativista do Greenpeace, extremamente empenhada em suas funções (ao exagero segundo minha opinião) e por esse excesso acaba envolvida em uma seqüência de assassinatos dos quais (Lógico, dããã!) ela não tem culpa. 


Os crimes acontecem por que uma geração de anjos caídos, os Nefilim, tentam impedir que outro dilúvio aconteça (Sim, dilúvio! Aquele lá do livro de Gênesis do Antigo Testamento) devido ao aquecimento global provocado pelas emissões de dióxido de carbono de uma lista de grandes empresas no mundo. Bom, mas enquanto Nova quer salvar o mundo, os anjos caídos querem salvar a própria pele, dando um jeito nada convencional naqueles que estão no seu caminho. Na verdade, o livro é uma tentativa da autora em fazer uma história que aliasse os gêneros sobrenatural e policial.

Contando assim parece ser uma história legal, mas trata-se de uma narrativa monótona com personagens demais que entram e saem do contexto sem mostrar a finalidade para que vieram, como por exemplo,  os dois melhores amigos de Nova Barakel que  simplesmente somem no meio da história, no justo momento onde ela mais precisaria deles. Em meio a tudo isso, a protagonista demora muito tempo (tempo demais até!) para entender todos os acontecimentos em volta dela e também perceber que suas alterações corporais não são nada normais. Outro ponto importante a citar seria que os capítulos não se encaixam, o livro é cheio de cenas e de personagens soltas que o leitor fica preocupado em montar e encaixar numa lógica, muitas vezes sem sucesso. 

Já perto do final do livro, você fica pedindo para que algo de surpreendente aconteça visto que os fatos que ocorrem são previsíveis (neste momento é necessário paciência para não arremessar o livro contra a parede!)... Mas, infelizmente, seus pedidos não serão atendidos... É melhor a Asa Schwartz continuar onde ela estava, na área da informática.






[1 de 5]



3 comentários:

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)