22 de abril de 2011

Melhor Rede Social de Livros do Brasil - Comentário


As redes sociais são ferramentas muito úteis para fazer amigos ou apenas conhecer pessoas interessantes que tenham coisas em comum com você. Por isso nada mais natural que existam sites que sejam  focados em temas específicos reunindo interesses similares em algo, como o blog chama-se Leia Literatura a minha missão aqui é falar deste melhor "agregador de pessoas" no ambiente literário.

Entretanto admito que meu conhecimento sobre redes sociais em geral não é dos maiores, sobretudo quando elas funcionam em língua estrangeira (inglês quase sempre). Por isso me limitei a analisar a oferta nacional de sites deste gênero no Brasil e cheguei basicamente a dois nomes de maior relevância na atualidade; o emergente O Livreiro e o já consolidado Skoob.

Ambos os sites tem a mesma proposta, divulgar livros abrindo o maior espaço possível para a interatividade, deixando seus participantes a vontade para opinar, conhecer o livro através de breves sinopses, adicionar as obras em  "estantes virtuais" onde outros usuários podem ver e por ventura estabelecer alguma comunicação baseados nos livros lidos e por aí prossegue em vários outros recursos interessantes, alguns exclusivos de um ou outro site. 

Mas eis que surge a pergunta: "qual é o melhor afinal?", sendo bem direto: Skoob, e não é porque eu esteja  ganhando algo para divulgá-lo não (sou pobre mas sou limpinho), é porque a diferença é realmente bastante evidente entre ambos. É até em parte injusto compará-los pois como sabemos poucos anos fazem muita diferença na internet e O Livreiro é significativamente mais novo, se eu não muito me engano quase dois anos mais jovem que seu concorrente.

Além disso o Skoob fez seu sucesso tendo como base a qualidade, como resultado do pioneirismo e da competência ele se tornou a maior rede social de livros da internet, lá você poderá encontrar muito mais pessoas e muito mais livros disponíveis do que em O Livreiro, dois pontos essenciais em uma avaliação como essa.


Skoob 2 x 0 O Livreiro


Tecnicamente ambos estão em fase Beta (nem sei se sairão algum dia) e a perfomance  no quesito  velocidade de carregamento de páginas é em geral similar; mais lenta do que na maioria dos sites de grande tráfego mas nada que seja significativamente prejudicial, bugs também ocorrem mas não são recorrentes o suficiente para condenação (algumas vezes talvez).

Skoob 3 x 1 O Livreiro


O Livreiro tem como diferencial o template que é mais temático e convidativo, chega até ser incômodo para alguns lembrando blogs especializados em literatura feminina (propositadamente creio eu) com seu colorido simpático com fontes e cores variáveis, agora a principal característica que permite essa comparação é o uso de desenhos para ilustrar as páginas, desde o mascote do site a pequenos detalhes de bordas enfeitadas com livros brilhantes. 

O Skoob é funcional, tudo que esta ali é necessário e útil a navegação, é muito simples e não há excessos gráficos de qualquer gênero. Neste quesito é mais prudente declarar empate também já que ambos atendem a demandas diversas de publico, todavia se eu tivesse que privilegiar um dos dois seria o Skoob por crer que é melhor realizar de maneira melhor possível a proposta primária, afinal existem muitos blogs que tem templates primários mas que não tem problema algum com visitas ante a relevância do conteúdo, um exemplo pode ser visto clicando aqui.

Skoob 4 x 2 O Livreiro


Para concluir a minha avaliação comparei as páginas referentes ao mesmo livro nos dois sites, para tal tarefa escolhi o best-seller Crepúsculo. A diferença é muito consistente, só para ficar em critérios objetivos da avaliação numérica: cerca de 400 pessoas haviam avaliado o livro em O Livreiro enquanto eu escrevia este post, já no Skoob eram mais de 24.000 avaliações. Mesmo que isto não fosse  usado como critério ainda é evidente a superioridade do Skoob que tem muitos recursos a mais como: número de pessoas que leram abandonaram, estão relendo, etc; percentual dividido entre número de homens e mulheres (recurso muito interessante para discernir livros por publico) e resenhas mais completas e detalhadas. Além disso tudo que há em ambos é significativamente mais completo no Skoob.


Skoob 5 x 2 O Livreiro
(Coloquei apenas um ponto neste quesito mas poderiam ter sido vários)



Bom, provavelmente já relatei motivos suficientes para justificar porque concedo o título de melhor rede social literária ao Skoob, todavia recomendo você leitor a se registrar em ambos se possível, o Livreiro é um site jovem que tende e quer melhorar por isso faz promoções , campanhas e sobretudo se esforça para melhorar seus serviços  uma vez que o seu principal competidor está em clara vantagem (qualidades da livre concorrência).

Por este post é bastante, quem tiver boas dicas de outras redes sociais que conhece e gosta (incluindo internacionais) deixe nos comentários, eventuais discordâncias sobre este resultado também serão bem-vindas apesar de eu crer que defender a superioridade de O Livreio hoje em dia seja improvável, exceto por questões pessoais.

Ewerton Gonçalves

6 comentários:

  1. Olá, Ewerton Gonçalves
    Gostei da analise crítica das duas redes sociais. Eu proponho que visite e conheça uma nova rede social de compartilhamento de livros: http://www.RedeDosLivros.com . Eu criei este espaço baseada na plataforma estilo facebook onde se pode fazer pedidos de amizades, enviar mensagem particulares, lista de amigos, resenha pessoal de livros e o mais interessante é o compartilhamento de livros particulares para alugar entre os leitores. Ficarei grato por uma analise critica e comparativa. Um grande abraço, Jefferson de Campos Tenor, Diretor Comercial

    ResponderExcluir
  2. Como foge um pouco da proposta das redes sociais citadas acima faz mais sentido que incluamos em um possível novo post. De qualquer forma a sugestão já está anotada.

    Abraço.

    ResponderExcluir

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)