31 de janeiro de 2011

Ex-Aluna que Revelou Suposto Aborto de Mônica Serra está Escrevendo Livro


Informação (e foto) do Jornal do Brasil noticiam que a quase completa desconhecida dançarina Sheila Canevacci Ribeiro está escrevendo um dispensável livro sobre política, mais especificamente sobre "o duplo discurso e o oportunismo do aborto nas eleiçoes" segundo o anúncio que a mesma fez em sua página do Facebook  (sim, alguém o usa).

Para quem não a conhece ou não tem boa memória ela ficou célebre, na verdade conhecida é mais apropriado, ao revelar que a esposa do candidato a presidência José Serra (na época), Mônica Serra, havia feito um aborto, ou melhor, que em uma das aulas de dança Mônica havia revelado as alunas que havia praticado aborto nos tempos em que estava exilada com seu marido. O Problema é que a esposa do candidato do PSDB fazia discurso inteiramente oposto ao aborto chegando a afirmar que a candidadata Dilma, veja só que coisa, matava criancinhas(?), comia criancinhas(?),  qualquer coisa do gênero.

Portanto, enquanto não é completamente relegada ao obscurantismo, a senhora Sheila teve a idéia de escrever um livro que versasse sobre o tema, inclusive já pediu algumas sugestões de títulos também na sua página online do Facebook, ainda segundo notícia do site do Jornal do Brasil.

As sugestões parecem quase tão brilhantes quanto a idéia inicial de escrever o livro, já que os títulos vão de "A dança da mentira" passando por "Aborto e eleições – Locais deslocados" e chegando ao particularmente genial "A Dança Dupla" (escolha o melhor, se conseguir).

Cabe ressaltar apenas mais dois aspectos, primeiro que Sheila não aparentou ter recebido tranquilamente o comentário de um internauta que lhe questionou se ela teria experiência sobre o assunto suficiente para escrever o livro, o que ela combateu afirmando que a pergunta do mesmo havia sido "um pouquinho arrogante".
E Finalmente a opinião do esposo da dançarina Massimo Canevacci, que classificou a empreitada da mulher como "interessante", o que parece pouco vindo de um cônjuge mas que aparenta ser o máximo de otimismo que pode se ter com a obra numa análise minimamente imparcial.

Ewerton Gonçalves

Um comentário:

Comente e Dê sua Opinião Sobre O Tema.

Lembrando que qualquer opinião com boa educação é muito bem-vinda, mas ofensas são excluídas.

(obrigado pela visita, volte quando puder)